Apresentação do iPad e do Surface: no mundo nada se cria


Já dizia o cientista: ” na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma ” (Antoine de Lavoisier).

O Velho Guerreiro Chacrinha dizia: ” no Mundo nada se cria, tudo se copia “.

Talvez os executivos da Microsoft pensaram no Velho Guerreiro ou em Lavoisier para prepararem suas apresentações sobre o Surface, o tablet da Microsoft.

Vejam o vídeo abaixo, comparando a apresentação de anúncio do Surface com a apresentação de Jobs, mais de dois anos antes.

Vídeo: Lean Manufacturing


O vídeo abaixo mostra de maneira divertida uma loja que mais parece uma linha de produção.

Tudo funciona bem até que alguém muda o processo.

Bom prá ilustrar projetos de revisão de processos, análise de gargalos, ou mesmo processos repentinos de mudança.

Lean Manufacturing – VISA

Preparando-se para uma entrevista


Um dos momentos mais importantes no processo de busca de emprego é a entrevista.

Especialmente para jovens, com pouca vivência no tema, a entrevista é um momento de certo estresse.

O site CBS News em sua seção Money Watch publicou um post com nove dicas para quem vai dar uma entrevista.

Aqui eu reproduzo essas dicas e coloco um pouco de tempero com as minhas.

O link original é http://www.cbsnews.com/8301-505125_162-57450010/9-tips-to-prepare-for-a-job-interview/?tag=nl.e713.

Enjoy it.

***

Check Twitter one last time.
O artigo sugere que antes da entrevista você leia o web site da empresa (isso me parece meio óbvio, você tem que conhecer a empresa) e também leia o twitter dela. Isso é uma dica legal, pois no twitter as notícias são atuais e qualquer movimentação relevante da empresa estará lá.

Comentário: leia o twitter, a fan page do facebook, o web site. Dê um Google no nome da empresa. E fique antenado sobre tudo que está acontecendo com ela.

Check yourself out, too.
Faça uma última checagem geral em você mesmo. Uma última olhada no espelho antes de entrar na arena da entrevista. Se você está sendo entrevistado após o almoço e não teve tempo de escovar os dentes. Uma olhada se está tudo “em ordem” no visual é importante.

Comentário: sem querer parecer escatológico, nada pior do que ir para uma entrevista levando um pedaço de rúcula consigo. Para isso já inventaram aquelas escovas de dente que você dobra  e coloca no bolso do paletó, bem como uma pequena pasta de dente, dessas que parecem de estojo de avião. Chegue antes do horário marcado (cerca de 10 minutos está ótimo), e se você vem de um almoço onde não deu tempo de escovar os dentes, faça rapidinho. Aproveite e dê uma geral no visual como um todo.

Respect the front desk.
Essa dica me parece desnecessária para pessoas educadas e gestis. No artigo orienta para não destratar uma recepcionista pois ela pode servir de fonte de informação para o entrevistador. Eu sugiro apenas boas maneiras e respeito. Independente dela (ou dele) ser informante ou não. É pura educação.

Comentário: Tem um negócio que aprendi desde os tempos de consultoria. Não seja apenas educado. Seja simpático. Com todos. Procure mostrar um outro clima quando você chega nesses ambientes. Acredito que seja importante ser lembrado por todos, do recepcionista ao presidente da empresa, como uma pessoa de alto astral e positiva.

Use the bathroom beforehand.
Essa dica parece algo tão óbvio quanto ridículo. Vá no banheiro antes.

Comentário: essa era dispensável hein?

Scope out your competition.
Fique de olho na concorrência. Olhar ao lado e ver se alguém está saindo quando você chega ou chegando quando você está saindo pode ajudar a perceber com quem você está competindo nessa vaga.

Comentário: Pode também indicar como você foi na entrevista. Tempos atrás fui entrevistado numa empresa por um vice-presidente. Minha entrevista atrasou um pouco e percebi a chegada de um potencial competidor. Depois da entrevista fui ter uma conversa rápida com um dos acionistas. Na saída notei que este acionista dispensou a entrevista posterior. Isso era um bom sinal.

Check out the scenery.
Olhe em volta e capte informações do ambiente. Às vezes conversas, quadro branco, flip chart, tem informações que podem ajudar na entrevista. Por exemplo perceber algum problema que eles estão lidando naquele momento pode servir de base para você se vender melhor. Isso é o que diz o artigo da CBS News.

Comnentário: Cuidado: você não está lá para espionagem ou para bisbilhotar.

De qualquer forma na espera não deixa de perceber o ambiente, como as pessoas se vestem, como elas conversam, veja se tem revistas internas e leia. Essas coisas contam muito sobre a empresa e a cultura interna.

Get your mind revved up.
Manter sua mente acelerada. O texto aqui – se não cometo nenhuma gafe na tradução – recomenda que o candidato esteja “ligado” desde o início. Em muitas entrevistas o entrevistador forma a opinião nos primeiros minutos. Se você estrar desconcentrado e pouco ativo, pode passar uma impressão inicial que será definitiva.

Comentário: quando eu entrevisto, na maioria dos casos, em 5 minutos eu costumo saber se aquela entrevista vai prosperar ou não. Por isso estar atento e ligado na chegada é fator crítico para o sucesso da entrevista. Fique ligado.

Organize your grand entrance.
Organize sua entrada. A situação de entrevista – pelo menos inicial – é razoavelmente previsível. Então esteja preparado para ela. Entre pronto para apertar a mão de alguém, não carregue muitas coisas e se estiver carregando deixe sempre uma mão livre para cumprimentos, puxar cadeira, essas coisas. No artigo o autor lebra que um candidato estava com meias de Mickey Mouse e o desconcentrou durante toda a entrevista.

Comentário: nunca entre com as mãos cheias de coisas. Nunca! Deixe sua pasta, mochila, e outras coisas no carro ou mesmo na recepção. Na entrevista você é o foco. Quando muito leve uma pasta simples se estiver carregando seu CV para entregar. E mais nada. E por favor, meias brancas e de Mickey Mouse, nem pensar.


 

Smile like you mean it.
Sorria e demonstre confiança. Essa é a última dica do artigo na CBS Money Watch.
Demonstrar confiança, sorrir, isso ajuda a criar empatia com todos. Por outro lado o nervosismo pode deixar você hesitante, pouco confiante e passar uma imagem menos simpática.

Comentário: prepare-se, injete uma dose de confiança, abra um sorriso mas cuidado com os exageros, aperte a mão do entrevistado firmemente, demonstre segurança.


Algumas outras dicas daqui deste humilde autor deste blog:

Chegue 15 minutos antes. Não chegue uma hora antes. Além de pouco elegante, demonstra uma ansiedade enorme. Nunca, jamais em tempo algum chegue atrasado.

Ansiedade: controle ela! Fale o suficiente, não se encante com o som de sua voz.

Dress code: terno e sempre terno e você nunca será condenado por usá-lo, mesmo que for numa agência e seu entrevistador usar camiseta, calça vermelha e tênis amarelo. Na dúvida, vista algo conservador.

Antes de sair de casa, prepare-se. Tenha em mente o que falar e esteja pronto para perguntas mais que chavão: “por que você saiu do seu último trabalho; o que você espera daqui; como você acha que pode ajudar a empresa; quais suas virtudes e seus pontos fracos”. São perguntas que estão na lista de 9 entre 10 entrevistadores.

E acima de tudo: entre e saia confiante. É uma entrevista, onde além do entrevistador escolher você, você também escolhe a empresa.

E boa sorte na luta.

Vamos em frente.

10 dicas para reduzir a perda de tempo


Você é como eu e fica irritado com perda de tempo e reuniões improdutivas?

Além disso, fica desesperado com perda de tempo no trânsito ou em eventos com pouca produtividade?

O artigo abaixo dá nove dicas para evitar (ou reduzir) a perda de tempo no trabalho.

O link é http://www.cbsnews.com/8301-505125_162-57447267/9-hacks-for-managers-who-hate-wasting-time/?tag=nl.e664.

Das nove dicas, selecionei sete que são as minhas preferidas. Confesso que as outras duas achei pouco interessantes.

As sete dicas do artigo:

> Dê “portas” para as pessoas. recomenda que as pessoas se não têm salas, elas precisam ter uma área onde podem ficar quietas e não serem interrompidas.

> Agende reuniões mais curtas. Recomenda aqui que uma reunião pode (e deve) ser marcada para ter apenas 15 ou 20 minutos. Claro, e a agenda tem que ser umprida.

> Elimine as reuniões improdutivas. Já está no título.

> Organize as reuniões com uma agenda e um período para começar e terminar. O convite para as reuniões devem ser claros na pauta e no período da reunião.

> Se você precisa de uma respota imediata, telefone. Essa é a minha preferida. Não envie um email para conseguir uma resposta que um simples telefonema pode resolver. Esse vale também para aqueles que adoram encher a caixa postal de emails, muitas vezes inúteis.

> Reusar e reciclar informações de colaboradores. A autora relembra que a preparação para uma reunião nem sempre necessita de preparação de informações novas. Muitas coisas feitas no dia a dia, ou mesmo material usado em outras reuniões podem ser usados mais de uma vez.

> Dê a atenção que as pessoas merecem.  Muitas vezes algum colaborador que falar com você um assunto que deveria ser tratado numa reunião ou com mais de uma pessoa. No ímpeto você decide que não precisa conversar naquele momento pois será uma perda de tempo, já que o assunto deve retornar numa reunião num fórum adequado. Entretanto no longo prazo essa postura pode aferar a motivação das pessoas.

E eu incluiria mais três:

> Organize seus email: excesso de emails para ler podem tomar mais tempo do que possa imaginar nossa vã filosofia; oriente seu time para enviar emails com as seguintes legendas: importante (são aqueles que precisam ser lidos para alguma tomada de decisão); informativo (aqueles que não precisam de uma decisão imediata mas precisam ser guardados); outros (em tese, esses nem deveriam ser enviados; mas são);

> Cuidado com os almoços: muitas vezes somos convidados para almoços com o time, colegas, etc. Esses almoços são ótimos para descontrair, mas muitas vezes péssimos para organização do tempo. Sugiro cuidado com eles;

> Organize as reuniões fora do escritório: se você é como eu e tem sempre visitas fora do escritório, organize a agenda para passar um ou dois dias da semana dentro do escritório. E organize os demais dias para suas reuniões fora. Nesses dias, infelizmente, fica difícil marcar mais que três encontros por dia (reunião pela manhã, reunião almoço e reunião à tarde). Talvez quatro, se o final do dia permitir, ou se surgir espaço para um café da manhã.

Em síntese, as 10 dicas são:

  • As pessoas precisam de espaço para não serem importunadas;
  • Reuniões podem ser curtas, com menos de meia hora;
  • Reuniões pré agendadas mas pouco produtivas devem ser eliminadadas;
  • Reuniões devem ser agendadas com horário de início e fim, e com pauta definida;
  • Use mais o telefone;
  • Use mais as informações disponíveis;
  • Converse com as pessoas da sua equipe, mantendo em mente a necessidade de não se perder tempo;
  • Organize seus emails;
  • Cuidado com os almoços com seu time e colegas;
  • Organize a agenda.

Resolve? Talvez não em 100% dos casos, até porque sempre vamos encontrar quem tem pouca facilidade em lidar com o tempo.

Vamos em frente…